Home Esportes Mercedes e RBR condenam ataques racistas a Hamilton

Mercedes e RBR condenam ataques racistas a Hamilton

180
0

Por causa da colisão com Max Verstappen e da celebração da vitória no GP da Inglaterra, realizado neste domingo, Lewis Hamilton tem sido vitima de ataques de cunho racial nas redes sociais. Em resposta a isso, a F1, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e a Mercedes se emitiram um comunicado em conjunto condenando os ataques e pedindo que os culpados sejam responsabilizados.
Durante e após o GP da Inglaterra, Lewis Hamilton sofreu diversos ataques racistas nas redes sociais após a colisão na corrida. A F1, FIA e Mercedes condenam esse comportamento de todas as maneiras. Esse tipo de gente não tem lugar no nosso esporte e pedimos que de forma urgente que os culpados sejam responsabilizados por suas ações. A F1, FIA, pilotos e equipes trabalham para construir um esporte mais inclusivo, e esse tipo de atitude inaceitável precisa ser destacada e eliminada.
A RBR, equipe de Verstappen, também se manifestou em defesa do piloto da Mercedes, condenando os ataque sofridos por ele.

  • Enquanto somos rivais nas pistas, estamos todos unidos contra o racismo. Condenamos todos os tipos de ataques racistas ao nosso time, nossos rivais e nossos fãs. Enquanto equipe, estamos enojados e tristes pelos ataques sofridos por Lewis nas redes sociais após a colisão com Max. Não há justificativas para isso e, certamente, não há lugar para isso no nosso esporte. Os culpados precisam ser responsabilizados.

Lewis Hamilton foi do céu ao inferno neste domingo do GP da Inglaterra. Correndo em casa, no Circuito de Silverstone, o britânico da Mercedes bateu com Max Verstappen na primeira volta da prova após uma largada eletrizante, foi punido com 10s mas conseguiu superar Charles Leclerc na antepenúltima volta para garantir seu quarto triunfo em 2021 e reduzir a desvantagem para o holandês da RBR no campeonato.

Levado para o hospital com dores no ombro para mais avaliações, o holandês utilizou as redes para tranquilizar o público, mas também aproveitou para alfinetar o rival, que venceu a prova apesar de receber uma punição de 10s pelo lance. O holandês considerou desrespeitosa a comemoração do britânico pelo triunfo, dado seu estado de saúde.
Hamilton se mostrou preocupado com Max Verstappen ao ser informado de que o holandês da RBR foi hospitalizado para exames após a batida entre os dois no início do GP da Inglaterra, vencido neste domingo pelo piloto da Mercedes. Entretanto, o heptacampeão confessou que vê o incidente como um lance de corrida e deixou claro que não acha que deveria se desculpar pelo que houve.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here