Home Política Pacientes do Hospital São Paulo pedem socorro

Pacientes do Hospital São Paulo pedem socorro

182
0

Familiares de pacientes do Hospital São Paulo reclamam da falta de medicamentos básicos no hospital, além da falta de leitos e de equipes para atender a demanda. Além disso, pacientes aguardam há dois anos a realização de cirurgias.

"Até dipirona a gente tem que comprar. Remédio para escara. Tem enfermeira, coitada, que por fora está trazendo pomada e doando. Está um estado de calamidade", disse Sebastiana Severina da Silva, que tem um filho internado com câncer no hospital.

Os familiares também relatam o reaproveitamento de materiais, como sondas. “A fisioterapeuta aspirou e teve que guardar a sonda para depois usar de novo, porque não tinha”, conta Rita de Cássia da Silva sobre a situação de seu filho, que está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com um problema grave no pulmão.

o sogro da técnica em enfermagem Luana Gomes Santos não consegue nem vaga no hospital. Faz dois anos que ele precisa de uma cirurgia para retirar um tumor do olho. Já chegaram até a marcar a cirurgia, que foi cancelada porque o hospital alegou que não havia vaga para ele ficar internado.

O hospital é mantido, principalmente, com recursos do SUS. Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde disse que repassou mais de R$ 560 milhões nos últimos três anos – e que o hospital vai receber mais R$ 66 milhões neste ano, através do programa Mais Santas Casas.

O Ministério da Saúde não respondeu aos questionamentos.

O Hospital São Paulo pertence à Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e é mantido pelo governo federal. As crises e reclamações sobre o hospital são recorrentes há anos.

Em março deste ano, uma reportagem do g1 revelou que centenas de médicos e enfermeiros que trabalham no local foram desligados.

A reportagem esteve no hospital no final de fevereiro e encontrou o pronto-socorro fechado, somente com atendimentos de especialidade sendo realizados. Os pacientes que procuram o local para atendimento clínico ou emergencial são encaminhados para a UPA Vila Mariana.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here