Home Esportes Haas confirma Pietro Fittipaldi em pré-temporada da F1 2022

Haas confirma Pietro Fittipaldi em pré-temporada da F1 2022

154
0

O martelo para o substituto de Nikita Mazepin na Haas durante a temporada 2022 da Fórmula 1 ainda não foi batido, tendo Pietro Fittipaldi como o principal cotado para a vaga – que será definida até esta quarta-feira. Mesmo assim o brasileiro, piloto de testes da equipe, já está confirmado para os testes de pré-temporada neste fim de semana, no Bahrein. É o que garante Gene Haas, o próprio dono do time.

  • Pietro definitivamente estará nos testes. É para isso que ele está ali, ele é nosso piloto de testes. Estamos analisando vários candidatos, vendo quem está disponível e com o que temos que lidar, mas teremos alguém até quarta-feira. Certamente gostaríamos de alguém com um pouco mais de experiência de verdade, mas precisamos ver o que há para nós – disse o americano.
    Pietro Fittipaldi na coletiva de imprensa do GP de Abu Dhabi da F1 em 2020 — Foto: Florent Gooden – Pool/Getty Images

O neto do bicampeão mundial da F1 Emerson Fittipaldi é, segundo Gunther Steiner (chefe da Haas) o principal candidato a assumir a vaga deixada por Nikita Mazepin, piloto russo que foi dispensado da equipe após a eclosão do conflito no Leste Europeu.

Haas, que falou sobre a questão no paddock do Las Vegas Motor Speedway neste domnigo durante a etapa da NASCAR Cup Series, na qual sua equipe também corre, explicou porque decidiu pela saída de Mazepin e a remoção do patrocínio trazido pelo piloto, da empresa russa de fertilizantes de seu pai:

  • Houve muitas críticas, intensas, sobre a invasão ucraniana e estava ficando avassalador. Não podemos lidar com tudo isso e nem nossos outros patrocinadores.

Além de encerrar o contrato com Mazepin – de forma unilateral, segundo o piloto, e com sua patrocinadora, a Haas também retirou as menções à bandeira russa de seu carro já na pré-temporada em Barcelona, um dia após a eclosão da guerra na Ucrânia.

Pietro, com passagens pela Stock Car no Brasil, a Fórmula Indy nos Estados Unidos e a Euro Le Mans Series, já é familiar com o volante da Haas na F1; o brasileiro substituiu Romain Grosjean nos GPs de Sakhir e Abu Dhabi depois que o franco-suíço sofreu um grave acidente no Bahrein, em novembro de 2020.

Das duas corridas, seu melhor resultado na prova barenita: um 17º lugar.

A saída da patrocinadora de Mazepin levantou dúvidas sobre a estabilidade financeira da Haas. Chegaram a surgir rumores sobre uma parceria com a Andretti, equipe americana que tem a pretensão de entrar na categoria em 2024, mas a possibilidade foi negada por Michael Andretti, dono do time e filho do campeão da F1 e 500 Milhas de Indianápolis Mario Andretti.

Gene Haas também negou que a UralKali – empresa de Dmitry Mazepin – fosse a maior patrocinadora da equipe; esse posto, na realidade, pertenceria à própria Haas Automotiva, empresa do americano no ramo de máquinas.

  • A Haas sempre foi nosso principal patrocinador, não sei por que as pessoas começaram a falar que ela se tornou uma equipe russa. Estamos bem. Claro que gostaríamos de ter mais dinheiro, mas estamos bem – rebateu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here